Adiberto de Souza

Agendado para hoje, o lançamento da pré-candidatura da deputada federal Yandra de Andre (União) à Prefeitura de Aracaju oficializará a divisão dos governistas.

Para se ter uma ideia, o que o ex-governador Belivaldo Chagas (Pode) será apresentado na festa política como postulante a vice na chapa da parlamentar. Dessa forma, o ex-gestor sinaliza que não votará no prefeiturável Luiz Roberto (PDT) nem que a vaca tussa.

A confirmação da chapa Yandra-Belivaldo também exporá a contrariedade do mandachuva do MDB no estado, senador Alessandro Vieira. Segundo o emedebista, não há possibilidade de ele injetar energia e esforço “num projeto que entregue o cofre de Aracaju a André Moura”.

Para quem não lembra, o pai de Yandra foi condenado a oito anos de cadeia por desvio, apropriação de recursos públicos e associação criminosa.

Ressalte-se que a deputada federal e também pré-candidata a prefeita Katarina Feitoza (PSD) não esconde a mágoa com o partido dela, que a preteriu para apoiar Luiz Roberto.

Diante disso, a distinta pode ser outra governista a subir no palanque de Yandra, só para contrariar.

Portanto, se Mitidieri não souber tanger o gado corre o risco de dar com os burros n’água e complicar seu projeto de reeleição em 2026. Quem viver, verá!

De olho na fraude

As eleições deste ano terão uma súmula que visa padronizar a análise e o encaminhamento de casos de fraude à cota de gênero pela Justiça Eleitoral. A norma servirá de orientação a partidos, federações e candidatos. Pela lei, as legendas devem lançar um mínimo de 30% de candidaturas femininas. Conforme a súmula, a fraude à cota de gênero ocorre quando houver elementos como votação zerada ou inexpressiva do candidato, prestações de contas padronizadas ou ausência de campanha eleitoral. Abra o olho!

Não há vagas

Está faltando leitos pediátricos nas redes pública e privada de Sergipe. Essa denúncia feita pela médica Ana Jovina repercutiu na Assembleia Legislativa. De acordo com o deputado Georgeo Passos (Cidadania), mães e pais têm se queixado que o Hospital da Criança está super lotado, ocorrendo o mesmo com o Hospital Governador João Alves Filho. Passos pediu providências à Secretaria Estadual da Saúde, pois a situação pode se agravar ainda mais com a chegada do período mais frio. Só Jesus na causa!

Visitas inoportunas

Quanto tempo faz que um político telefonou para você, parou o carrão com ar refrigerado para cumprimentá-lo ou o convidou para uma festa zero oitocentos? Não lembra? Avexe-se não. A partir de agora, o seu telefone vai ficar congestionado de tantas ligações amigáveis. Não fique surpreso se, ao chegar em casa, encontrar um sorridente engravatado aguardando-o para pedir ou comprar seu voto. Tome cuidado com as panelas, pois essa gente costuma filar um rango para parecer muito familiar. Crendeuspai!

Letra morta

Diz o ditado popular que lei no Brasil é igual vacina: umas pegam, outras não. O ato normativo publicado pela Câmara de Aracaju regulamentando os trajes necessários para ter acesso à Casa caminha para não vingar. Segundo recém publicada norma do Legislativo aracajuano, “não é recomendado comparecer à Câmara usando bermuda, shorts, minissaia, miniblusa, blusas com transparência, chinelos, bonés e chapéus”. Ontem, numa reunião no gabinete da presidência da Câmara, ao menos dois sindicalistas exibiam seus bonés, permitindo antever que o ato normativo tem tudo para virar letra morta, uma vacina que não pega. Marminino!

A cor da justiça

O número de magistrados que se autodeclaram pretos ou pardos diminuiu em 2024, se comparado ao ano anterior. Eram 14,5% e agora 13,6%. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Conselho Nacional de Justiça. Após conhecer estudo, o presidente do CNJ, ministro Luís Roberto Barroso, disse que a demografia da magistratura brasileira não corresponde a demografia da sociedade. O diabo é que esse não é um problema só do judiciário, mas do legislativo e do executivo. Danôsse!

Votação adiada

Atendendo reivindicação dos sindicatos dos servidores da Prefeitura, a Câmara de Aracaju adiou a votação de projeto de lei reajustando em 4% os salários do funcionalismo municipal. Os sindicalistas reclamam que não foram ouvidos pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) antes de definir o percentual de aumento. O preside do Legislativo, vereador Ricardo Vasconcelos (Rede) entende ser possível conceder um reajuste maior, contudo, alertou que essa decisão é de competência exclusiva do chefe do Executivo. Ah, bom!

Chapéu alheio

Você sabia que quase todas as obras inauguradas nesses 16 meses do governo Mitidieri foram deixadas quase prontas pela gestão passada? Pelo menos é o que garante o ex-governador Belivaldo Chagas (Pode). Entrevistado pela jornalista Rita Oliveira, o ilustre disse que 90 das obras entregues aos sergipanos desde janeiro de 2023, foram executadas pelo governo dele. Chagas também fez questão de lembrar que colocou em dia os salários dos servidores, pagou aos fornecedores e deixei R$ 360 milhões em caixa. Tais afirmações de Belivaldo permitem afirmar que o governador Fábio Mitidieri (PSD) tem feito cortesia com o chapéu alheio. Home vôte!

Braços cruzados

Os professores da rede estadual de ensino vão cruzar os braços na próxima semana. Agendada para os dias 22, 23 e 24, a paralização visa protestar contra a falta de propostas efetivas do governo Mitidieri às reivindicações da categoria. Os educares querem o descongelamento das gratificações, realização do concurso público para o magistério, etcétera e tal. Embora receba em audiência a direção do sindicato, o governo tem empurrado com a barriga as cobranças feitas pelos professores. Assim também já é demais também!

Luto

Sergipe lamentou a morte do jornalista Osmário Santos. Aos 72 anos, o comunicador morreu ontem em consequência do Alzheimer. Osmário trabalhou em praticamente todos os jornais de Sergipe, atuou nas emissoras de rádio e escreveu dois livros: “Memórias de políticos de Sergipe no século XX”. Agitador cultural, ele foi diretor do Iate Clube e criou o Passeio de Tó-tó-tó, festa que aconteceu durante vários anos no dia do aniversário de Aracaju. Plagiando o imortal Machado de Assis, que a terra lhe seja leve, amigo!

Curso político

Os filiados ao Solidariedade vão participar, nesse sábado, do curso “Qualifica Eleições”. O treinamento político é dirigido principalmente aos pré-candidatos a prefeito, vice e vereador, visando orientá-los sobre legislação eleitoral, mídia social e a campanha que se avizinha. Além do mandachuva do partido em Sergipe, Valadares Filho, o evento será prestigiado por cinco dirigentes nacional do Solidariedade, entre eles o deputado federal Paulinho da Força e o secretário-geral Felipe Santa Cruz. Então, tá!

Colunas anteriores
Ver mais notícias desta seção: mais recentes · mais antigas